Radiações eletromagnéticas

A Vigilância Sanitária de Radiações Eletromagnéticas: Saiba Mais

13/04/2013


As radiações eletromagnéticas não ionizantes são fatores ambientais de risco à saúde humana, sujeitas à avaliação e gerenciamento por parte do Sistema Estadual de Vigilância Sanitária - SEVISA. Diferente das radiações ionizantes, emitidas, entre outros, por equipamentos médicos e odontológicos de RX, as não-ionizantes são incapazes de romper ligações entre moléculas, não implicando, por conseqüência, em mutações do DNA.

No entanto, o debate científico travado em âmbito internacional a respeito das relações entre exposição humana a radiações não-ionizantes e impactos à saúde tem se aprimorado nos últimos anos e apontado evidencias de riscos à saúde associados a determinadas faixas de freqüência.

É o caso dos campos eletromagnéticos de freqüências extremamente baixas, presentes nas linhas transmissoras de energia de alta tensão. Para Saber Mais sobre este assunto, clique aqui.




Mais notícias sobre Radiações eletromagnéticas